19 de abr de 2009

Países e seus costumes "diferentes"

Com a novela Caminho das Índias, mostrando a cultura e os costumes “estranhos” para nós Brasileiros, de um País como a Índia, uma coisa me deixou curioso, como será os costumes dos outros países ao redor do mundo?

Fiz uma vasta pesquisa na Internet, e descobri costumes interessantes a respeito de vários países, cultura que não existe mais e cultura ainda existente. Vamos lá:

Japão:

- Um pequeno grupo de monges budistas do norte do Japão, a fim de alcançar o status de Buda, os monges tiravam sua própria vida através de um processo de mumificação.

- Também conhecido como hara-kiri, o seppuku é o suicídio ritual pela retirada das vísceras através de um corte na barriga. Era parte importante do bushido, o código dos samurais, e era cometido pelos guerreiros a fim de evitar que caíssem nas mãos inimigas ou para atenuar a vergonha.

- Geishas são tradicionais artistas japonesas cuja função é entreter seus clientes. Contrário à crença popular, geishas tradicionais não são prostitutas e não oferecem sexo como um de seus serviços.

- Não fale sobre o seu dia se alguém estiver comendo. Todos vão manter o silêncio, não por grosseria, mas porque a hora da refeição é para comer e não conversar

Índia:

- O Sati é um costume no qual a viúva se sacrifica queimando-se viva junto do marido em sua pira funerária.

Tibet:

- Enterro celeste ou, ritual da dissecação. O cadáver era cortado em pequenos pedaços e colocado no alto de uma montanha, ficando exposto aos elementos e aos animais.

China:

- Do chinês “pés atados” o Chanzú foi uma prática comum na China durante cerca de 1000 anos. Meninas, na faixa dos quatro aos sete anos, tinham os pés atados com bandagens apertadas de forma que não pudessem crescer.

Egito:

- Eunucos são homens castrados. Os eunucos desempenharam vários papéis em diversas sociedades diferentes. Desde cortesãos, cantores, especialistas religiosos, oficiais do governo e comandantes militares.

- Sacrifício Humano é o ato de matar uma pessoa como oferenda a alguma divindade ou outro poder, normalmente de origem sobrenatural. Era uma prática comum em várias culturas antigas, com o ritual variando entre elas. As vítimas eram mortas seguindo-se um ritual de forma a supostamente agradar os deuses ou espíritos.

- Concubinato é uma relação semi-matrimonial entre uma jovem e um homem de maior status social. Tipicamente o homem tem uma mulher oficial além de uma ou mais concubinas.

França:

- O duelo é um combate consensual entre duas pessoas, com armas letais equivalentes, de acordo com regras explicita ou implicitamente expostas, em razão de alguma questão de honra.

O duelo normalmente nasce do desejo de uma das partes, o desafiante, de reparar um insulto à sua honra. O objetivo do duelo não é simplesmente matar, mas sim restaurar a honra pelo envolvimento voluntário em uma situação de risco de morte.

Austrália:

- Cuidado com o polegar para cima. Na Austrália trata-se de uma ofensa obscena .

Turquia:

- Cuidado com o polegar para cima. É um convite para um encontro homossexual.

Alemanha:

- Palmadas nas costas de um alemão é a mesma coisa que convidá-lo para uma GRANDE discussão. Eles odeiam este tipo de aproximação. Um aperto de mão já é suficiente para mostrar boa educação.

Hawaii:

- Nas lojas do Hawaí, quem compra aquelas conchas fechadas com pérolas lá dentro deve preparar-se para o ritual de abertura da concha. Se a pérola for mesmo encontrada, a lojista e cliente devem gritar "Aloha" três vezes e badalar um sino que está disponível em todos os estabelecimentos comerciais do gênero. Com esta comemoração toda a gente nas redondezas fica sabendo que o cliente foi "premiado".

- Tente entrar numa casa com os sapatos e vai ser considerado um inimigo. O ato serve ao mesmo tempo para não trazer areia para dentro da casa, mas um sinal de que deixou o mundo exterior do lado de fora.

Irã:

- É falta de educação mostrar a sola do sapato para os outros e cruzar as pernas e lugares públicos.

Arábia Saudita:

- O Beijo é um hábito universal, mas em cada país tem um significado diferente. Entre os árabes, é comum os homens beijarem-se nas bochechas e andarem de mãos dadas.

Rússia:

- Homem se beijar na boca é sinal de gratidão.

- Deixe de dar uma gorjeta para a polícia em caso de excesso de velocidade na Rússia e você corre o risco de até parar na prisão

Coréia do Sul

- Assoar o nariz em qualquer rua não só é falta de educação, como também é considerado uma ofensa gravíssima.

México:

Colocar as mãos nas ancas e olhar diretamente nos olhos é sinal de que vem discussão.

Inglaterra:

- Se você se descalçar na porta de um jantar refinado em Londres os anfitriões vão pensar que convidaram um silvícola.

Tailândia:

- É falta de respeito conversar com alguém com as mãos nos bolsos.


0 opniões: